Salute

Dicas de viagem para ostomizados: arrume as malas!

A vida é para ser vivida, e o fato de ter uma ostomia não pode ser impeditivo para viajar e conhecer lugares que, na verdade, estão esperando por você! Mas… espere! Você acha que ostomia e viagens não combinam? Espere até ver nossas dicas de viagem para ostomizados!

Ostomizado: nova rotina e novos roteiros

Sim. É bem verdade que sua rotina mudou depois da ostomia. Alguns cuidados foram incorporados no seu dia a dia, e agora você tem de se organizar, planejar melhor suas saídas e levar alguns acessórios que antes não faziam parte da sua bagagem.

Entretanto, observando alguns detalhes, é possível sim, fazer viagens e conhecer novos roteiros, mesmo aqueles que você tanto sonhou fazer e que acha que não conseguirá mais.

Viagem para ostomizados

É bastante comum a pessoa ostomizada se sentir um pouco vulnerável, principalmente com a possibilidade de um vazamento inesperado.

Vale lembrar que situações embaraçosas são passíveis de acontecer com qualquer pessoa, independentemente de ser ostomizada ou não. Assim, organize-se e faça suas malas, seja verão, seja inverno.

Como me organizar na viagem?

Com um pouco de flexibilidade e organização, você verá que a viagem e o ostomizado combinam perfeitamente. Assim, veja o que deve fazer antes da viagem:

  • Materiais: adquira uma quantidade de materiais o suficiente tanto para o trajeto, quanto para o período de estadia: placa, fitas, bolsas, gelificador, medidor, tesoura, gaze, sabão etc. Não se esqueça do álcool em gel ou similares, para higienizar as mãos, caso tenha de usar algum banheiro público;
  • Documentação: peça ao seu médico a receita dos medicamentos que ainda usa e uma declaração comprovando a necessidade de portar os materiais que levará, principalmente em viagens internacionais;
  • Alimentação: procure não ingerir alimentos de digestão mais difícil antes de viajar. Convém comer saladas, frutas, legumes e carnes magras, grelhadas. Mais uma coisa: não deixe de tomar água!
  • Médicos: leve consigo uma relação de médicos e hospitais existentes no local para onde você irá. Tomara que não, mas se precisar, já estará à mão.
  • Identificação: algumas associações fornecem identificação para quem vai viajar, uma vez que há certas leis que estabelecem direitos específicos para ostomizados e, conhecê-las, só lhe trará benefícios, certo?

Viagens de carro

Viagens de carro são ótimas porque você pode curtir mais a paisagem, tirar boas fotos e descansar, além de esvaziar sua bolsa, ainda que não esteja totalmente cheia. Afinal, nem sempre se sabe qual será a próxima, não é mesmo?

Posicionar corretamente o cinto de segurança é imprescindível para seu conforto e para não correr o risco de vazamentos.

Trânsito pela frente? Carregue consigo um coletor para leito se tiver uma urostomia ou um recipiente bem fechado. Quanto aos insumos, estes devem ficar no lugar mais frio do carro para que não haja danos por causa do calor, preferencialmente recebendo algum fluxo ar condicionado, frio.

Viagem para ostomizados: avião

Extravios de bagagem são muito comuns. Logo, a melhor solução é levar seu kit na bagagem de mão e, para não ter problemas com a tesoura, devido às restrições nos voos, deixe tudo cortado com antecedência.

Isso também dará mais agilidade durante a viagem, caso tenha de esvaziar sua bolsa. Afinal, sua rotina de cuidados não dever ser mudada. Por isso, também não se esqueça das garrafinhas de água para fazer assepsia, caso precise.

Quanto à alimentação, algumas companhias dão opção de cardápio já no momento da compra da passagem. Opte por alimentos mais leves e que não gerem gases ou odores muito fortes. Dependendo do lugar para onde for, você deve evitar alimentos crus, in natura e não embalados.

Seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *

*