Salute

Diabetes tipo 2: o que você precisa saber, em uma página

O Brasil é o 5º país em incidência de diabetes no mundo, com 16,8 milhões de pessoas adultas, sendo que 90% delas têm diabetes tipo 2. O diabetes tipo 2 geralmente se desenvolve em pessoas com mais de 45 anos, obesas ou com sobrepeso e com histórico familiar da doença.

O que causa diabetes tipo 2?

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que comanda a entrada do açúcar do sangue para dentro das células do corpo, onde esse açúcar será convertido em energia. Se você tem diabetes tipo 2, as células não respondem normalmente à insulina; isso é chamado de resistência à insulina. Seu pâncreas produz mais insulina para tentar compensar. Em algum ponto, seu pâncreas não consegue acompanhar e seu açúcar no sangue (glicemia) aumenta, preparando o terreno para o pré-diabetes e o diabetes tipo 2. O açúcar elevado no sangue é prejudicial ao corpo e pode causar outros problemas graves de saúde, como doenças cardíacas, perda de visão e doenças renais.

Sintomas e fatores de risco

Os sintomas do diabetes tipo 2 geralmente se desenvolvem ao longo de vários anos e podem durar muito tempo antes de serem notados (às vezes não há nenhum sintoma perceptível). Como os sintomas podem ser difíceis de detectar, é importante conhecer os fatores de risco e consultar seu médico, para testar seu açúcar no sangue, se você tiver algum deles. É isso mesmo: um simples exame de sangue permitirá que você saiba se você tem diabetes.

Gerenciando o diabetes

Ao contrário de muitas condições de saúde, o diabetes é gerenciado principalmente por você, com o apoio de sua equipe de saúde (incluindo um médico de família ou clínico geral, pediatra, dentista, oftalmologista e nutricionista), família e outros pessoas em sua vida. Gerenciar o diabetes pode ser um desafio, mas tudo que você faz para melhorar sua saúde vale a pena!

Você pode controlar seu diabetes com uma alimentação saudável e ser ativo, ou seu médico pode prescrever medicamentos orais para diabetes, outros medicamentos injetáveis ou insulina, para ajudar a controlar o açúcar no sangue e evitar complicações. Também é importante manter sua pressão arterial e colesterol próximos das metas que seu médico define para você e fazer os exames de acompanhamento necessários.

Você precisará verificar seu açúcar no sangue regularmente. Pergunte ao seu médico com que frequência você deve verificá-lo e quais devem ser seus níveis de açúcar no sangue. Manter os níveis de açúcar no sangue o mais próximos possível do alvo ajudará a prevenir ou retardar as complicações relacionadas ao diabetes.

Marque consultas regulares com sua equipe de saúde para ter certeza de que está no caminho certo com seu plano de tratamento e para obter ajuda com novas ideias e estratégias, se necessário.

Diabetes tipo 2 em crianças e adolescentes

As taxas de obesidade infantil estão aumentando, assim como as taxas de diabetes tipo 2 na juventude. Mais de 75% das crianças com diabetes tipo 2 têm um parente próximo que também tem. Mas nem sempre é porque os familiares são diabéticos; também pode ser porque eles compartilham certos hábitos que podem aumentar seu risco. Os pais podem ajudar a prevenir ou retardar o diabetes tipo 2 desenvolvendo um plano para toda a família:

  • Beber mais água e menos bebidas açucaradas
  • Comer mais frutas e vegetais
  • Fazer com que as refeições favoritas sejam mais saudáveis
  • Tornar a atividade física mais divertida

Mudanças saudáveis tornam-se hábitos mais facilmente quando todos as fazem juntos. Descubra como fazer com que essas dicas saudáveis sejam parte da rotina da família.

Adaptado de: https://www.cdc.gov/diabetes/basics/type2.html

Seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *

*