Salute

Diabetes tipo 1: primeiras perguntas que todo mundo faz após diagnóstico

O que é diabetes tipo 1 (DM1)?

O diabetes se caracteriza pelos níveis altos de glicose (açúcar) no sangue. Isso ocorre porque o organismo das pessoas com diabetes não tem a capacidade de controlar a taxa de açúcar no sangue, conhecida como glicemia.

No caso do DM1, especificamente, o sistema imunológico (que normalmente combate infecções) ataca e destrói as células endócrinas do pâncreas, que são a parte do órgão que produz a insulina, segundo um mecanismo que a ciência ainda não conhece completamente.

Como resultado, o pâncreas não consegue mais produzir insulina. No entanto, sem insulina, a glicose não pode entrar em suas células e a glicose no sangue sobe acima dos níveis normais.

Por isso, pessoas com DM1 precisam tomar insulina todos os dias para manter o funcionamento do metabolismo.

É justamente essa a maior diferença em relação ao diabetes tipo 2, onde o organismo produz insulina, mas esta não consegue agir no organismo como precisaria, num quadro conhecido como resistência à insulina .

Quais são os sintomas comuns do diabetes tipo 1?

Os sintomas do diabetes tipo 1 podem se manifestar ao longo dos anos ou repentinamente. Em alguns casos, a criança ainda não apresenta sintomas de diabetes, mas a condição pode ser descoberta em exames de sangue ou urina, feitos por outro motivo.

Confira alguns sintomas que as pessoas com DM1 podem apresentar:

  • Necessidade de fazer muito xixi, também durante a noite;
  • Ter mais sede e beber mais líquido do que o habitual;
  • Sentir-se cansado com frequência;
  • Visão embaçada;
  • Fome repentina e extrema e
  • Começar a perder peso.

Como o diabetes tipo 1 é diagnosticado?

Em geral, o diabetes tipo 1 é diagnosticado com um exame de sangue que mede a quantidade de glicose no sangue em jejum, chamado glicemia de jejum.

Se o resultado do exame mostrar índices de açúcar elevados no sangue em duas ocasiões, indica que a pessoa tem diabetes.

Como o diabetes tipo 1 pode ser tratado?

O diabetes tipo 1 não tem cura, por isso, precisa de tratamento contínuo ao longo da vida. Por isso, os médicos costumam tratar o diabetes tipo 1 usando um plano de tratamento do diabetes.

Cada pessoa terá seu plano de cuidados, mas todos os planos têm as mesmas 4 partes básicas:

  • Tomar insulina por aplicações com seringas, ou por uma bomba de insulina;
  • Alimentar-se com uma dieta saudável e equilibrada;
  • Fazer o controle dos carboidratos ingeridos nas refeições;
  • Verificar os níveis de açúcar no sangue, conforme os horários definidos pelo médico, especificamente para o seu caso;
  • Fazer atividade física regularmente.

Como os pais podem ajudar os filhos com diabetes?

Organize os cuidados diários : ajude seu filho a colocar seu plano de cuidados em ação todos os dias. Desde a contagem de carboidratos, até o cálculo de doses de insulina e as injeções de glicose, há muito o que aprender no início.

Compartilhe as responsabilidades com seu filho : dependendo da idade do seu filho, eles serão capazes de assumir mais tarefas relacionadas aos cuidados com o diabetes.

Aprenda tudo o que puder sobre diabetes : quanto mais você souber sobre o diabetes tipo 1, mais confiante você se sentirá em ajudar seu filho no dia a dia e também poderá ensinar ele sobre o assunto.

Compartilhe seu conhecimento : busque dividir seus conhecimentos com pessoas importantes na vida de seu filho. Por exemplo, converse com os avós, tios, primos, amigos, professores, e babás. Com certeza, isso ajudará a construir uma comunidade de apoio para seu filho.

Incentive seu filho : lembre seu filho de que muitas crianças têm diabetes tipo 1 e também seguem um plano de cuidados. Caso o seu filho tenha dúvidas e preocupações que você não sabe como lidar ou responder, converse com o médico especialista ou outro profissional de saúde.


Seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *

*