Salute

Voltar a dirigir depois da ostomia: o que você precisa saber!

Uma das principais dúvidas de quem já se recuperou da cirurgia é essa: “Como (e quando) voltar a dirigir depois da ostomia?” Se essa também é a sua dúvida, esse post é para você!

Dirigir é um daqueles assuntos para os quais, logo após a ostomia, infelizmente, muitos pensam: “Nunca mais”. Ledo engano. Apesar da aparente dificuldade para encarar a direção de um carro, dirigir com uma ostomia é uma possibilidade que está ao alcance de todos. Você dirigia antes e está ansioso para voltar? Ou nunca dirigiu e agora acha que não poderá mais? Prepare a habilitação! Esse post é para você!

É claro, ter uma ostomia exige que tenhamos um cuidado maior com relação a algumas atividades. Então, para que não tenhamos surpresas ou complicações, é fundamental seguir as orientações corretas. Mas a ostomia não é um impeditivo para que você realize nada – muito menos dirigir!

E então, você está com a habilitação em dia e falou com seu médico? Ele concorda com o seu retorno ao voltante? Ótimo! Continue a leitura e veja dicas práticas para dirigir com a ostomia, de forma confortável e segura.

Primeiros passos: voltando a dirigir depois da ostomia em lugares próximos e conhecidos

Quando ficamos muito tempo sem executar alguma atividade que fazia parte de nossas vidas, voltar a ela pode parecer uma tarefa difícil mas, com uma dose de paciência e força de vontade, conseguimos retomar essas rotinas na vida cotidiana.

Assim, a primeira dica é que você retome o ato de dirigir em percursos conhecidos (para a casa de familiares e amigos, por exemplo), tranquilos (ruas e avenidas com pouco trânsito, fora dos horários de engarrafamento) e de curta duração (até, no máximo, digamos, em torno de 20 minutos).

Aos poucos, você perceberá como seu corpo e suas emoções reagem perante o trajeto e todo o contexto de voltar a dirigir. Então você poderá aumentar a duração e as dificuldades, à medida que se sentir mais seguro.

Atenção ao atrito entre cinto de segurança, a bolsa coletora e estoma

Outro assunto que muito preocupa pessoas com ostomia é a questão da localização do cinto de segurança. O temor é que ele possa pressionar a bolsa coletora e também a região do estoma.

Se essa é também sua preocupação, tranquilize-se. Existem diversos acessórios que podem proporcionar mais conforto e segurança nessa situação. Por exemplo, faixas acolchoadas, toalhas ou mesmo algum objeto macio, que possa proteger o seu estoma.

Muitas pessoas ostomizadas acreditam que, por esse motivo, não poderão usar novamente o cinto, mas isso não é realidade. Seguindo as nossas dicas, essa adaptação tem tudo para ser muito tranquila. Por isso, nunca deixe de usar o cinto de segurança. É só tomar os cuidados corretos e não deixar que o cinto pressione o estoma e nem a bolsa coletora.

Tenha um kit de emergência reserva no seu veículo

Outra dica super valiosa. Ter em mãos o kit de materiais enquanto está fora de casa já é obrigatório – disso você já sabe. Mas pode ser interessante deixar alguns itens dentro do carro, principalmente se você utilizar o veículo diariamente. Isso porque, agindo assim, você vai se sentir mais seguro para voltar a dirigir.

De qualquer forma, lembre-se que alguns produtos são sensíveis em relação à temperatura ou outros fatores externos. Além disso, é importante observar prazos de validade, então não deixe esse estoque ficar lá pra sempre, ok?

Faça pausas durante o trajeto para se sentir seguro ao dirigir depois da ostomia

Em viagens com duração e distância maiores, descansar é fundamental. Nunca sobrecarregue seu corpo, e nem sua bolsa, para chegar mais rápido. Faça várias pausas durante sua viagem, sem pressa. Esvazie a bolsa coletora, nunca deixe que o limite seja atingido, se hidrate, ajeite e ajuste sempre que necessário seu cinto de segurança para ostomizados, e siga viagem. Fazer uma viagem tranquila é respeitar seu corpo, seus limites e suas necessidades.

Atenção aos efeitos colaterais de medicações

Alguns medicamentos possuem efeitos colaterais que dificultam ou impossibilitam a condução de veículos, como sonolência, relaxamento muscular, sensibilidade à luz, entre outros fatores. Por isso, evite dirigir sob efeito desse tipo de medicação. Se não houver outro jeito, e você precisar pegar o carro após ingerir algum tipo de medicamento com esses efeitos, entregue a direção para outra pessoa que esteja mais apta no momento.

Pra inspirar: histórias reais de pessoas com ostomia que dirigem normalmente!

Dirigir com ostomia é a realidade de muita gente. Pessoas com ostomia podem dirigir tranquilamente, e talvez você já tenha visto várias e nem sabia. Nas redes sociais e na internet, temos muitos casos de pessoas que compartilham suas histórias e dicas para conduzir um veículo.

O canadense Eric, do site Vegan Ostomy (em inglês), relata suas experiências sobre este e em outros assuntos, inclusive com dicas em relação ao cinto de segurança para ostomizados.

No Brasil, também temos relatos bem bacanas e motivadores de pessoas com ostomia, sobre diversos assuntos, como os da Vivi de Oliveira e da Juliana Bimbatti.

Seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *

*